Google+

O Google estaria planejando abrir lojas de varejo para competir com Amazon, Apple e Microsoft? #web

O Google estaria planejando abrir lojas de varejo para competir com Amazon, Apple, Microsoft?

Lojas de varejo do Google podem estar a caminho? Há rumores de que o Google está se preparando para competir com a Apple, Microsoft e Amazon, finalmente com lojas de varejo.

 

Os rumores são baseados no site de compras do Google que parece sugerir que a companhia estaria com planos de entrar no segmento de varejo, mas a empresa negou qualquer possibilidade neste sentido, pelo menos por enquanto.

O site AllThingsD publicou que "tem gente se perguntando se o Google estaria construindo uma infra-estrutura antes de fazer a mudança para a venda de itens físicos. Juntamente com as atualizações em seu site de compras, outro recente anúncio de que eles realmente estão planejando isso, foi quando anunciaram, no mês passado a aquisição do BufferBox, um serviço de armários onde os consumidores podem guardar com segurança suas encomendas".

Além disso, "afirmaram ainda que a compra do BufferBox não tem nada a ver com se tornar um varejista, mas se trata de ajudar outros varejistas a se tornarem-se mais competitivos."

"Essa negativa por parte da companhia parece mais uma confirmação."

No MarketWatch, um analista escreveu: "Esse tipo de negação parece mais uma confirmação. Agora, as páginas de compras do Google parecem um pouco com uma página de vendas Amazon, mas aparentemente são apenas links para sites de vendas reais. Deve-se assumir que há alguma taxa ou comissão para tudo que é vendido por lá. Isso pode mesmo tornar-se um fluxo de renda importante para o Google, algum dia."

O Google continua a dizer que não quer se tornar uma Amazon, eles não querem operar armazéns ou frentes de varejo, mas os analistas não estão caindo nessa, por causa da infra-estrutura que está sendo construída. A Amazon e os outros provavelmente tentarão reverter qualquer movimento desta natureza, e os casos de anti-trust iriam começar a aparecer, mas com base no histórico do Google pode-se ter uma pista do vem por aí.

Quais são as chances da Amazon por exemplo? A Amazon poderia facilmente redesenhar suas lojas para vender uma variedade enorme de produtos, além dos livros. Seria ótimo ver algo como isso acontecendo para que pudéssemos ver Jeff Bezos fazendo sua mágica.


 

Chrome Zone

Veja a imagem no inicio do post  -  se parece muito com uma loja Google, certo? Pois é. Mais ou menos. No início deste ano, o Google lançou a Chrome Zone, uma loja-dentro-da-loja, em Londres, com apenas duas mesas onde vende suas máquinas Chromebook. Houve especulações de que o espaço pode se expandir, e a oferta de produtos também pode ir além dos Chromebooks.

Nesta primavera, a empresa entrou com permissões de planejamento para a sua primeira loja de varejo independente, com 122  na sua sede europeia em Dublin, Irlanda, para vender "mercadoria Google não especificada," de acordo com a Bloomberg, enquanto o Google disse que o espaço pode ser usado para qualquer coisa, a verdade é que o pedido de autorização foi para uma loja de varejo.

A Apple começou como uma pequena loja em um shopping, o que quer dizer que uma pequena locação em Londres pode ser o próximo passo depois de Dublin, e isso seria apenas o começo de uma operação de varejo do Google.

 

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo