Google+

Que tal reiniciar sua estratégia de conteúdo este ano

 Que tal reiniciar sua estratégia de conteúdo este ano

O ano novo chegou, e isto significa que os profissionais de marketing de conteúdo têm a oportunidade de reformular as suas estratégias.

Pelo menos 50% dos profissionais de marketing dizem que têm uma estratégia de conteúdo, mas ela não está devidamente documentada, e como a criação de conteúdo é uma das melhores e mais baratas formas de gerar engajamento de clientes com as marcas, não há melhor momento para atualizar nossas estratégias do que agora.

Abaixo estão 5 maneiras que podem te ajudar a reiniciar sua estratégia de content marketing em 2015.

Uma dica: um tema abrangente é a personalização, o que - graças à disponibilidade de dados cada vez mais avançada - permite que os profissionais criem e distribuam conteúdo mais relevante para seus clientes.

Coloque seu plano de conteúdo no papel

Pode parecer óbvio, mas você ficaria surpreso com a quantidade de empresas que não conseguem colocar sua estratégia de conteúdo no papel. É fácil se deixar levar pela enxurrada de planos do ano novo, por isso, detalhar sua estratégia significa que você sabe o que está fazendo, quando está fazendo, como está fazendo e como você pode medir seus resultados. Isso possibilitará fazer uma melhor análize de resultados o que poderá aumentar a eficácia de fornecer aos seus clientes conteúdo realmente importante.

Estes são apenas alguns itens importantes que devemos ter em mente ao fazer planejamento de conteúdo:

Conversões: Qual o objetivo final de nosso conteúdo, gerar conversões ou ter a missão de educar e conscientizar? Se são conversões, o que isso realmente representa para o nosso negócio?

Formatos: Que tipo de conteúdo precisamos criar, a fim de atingir os nossos diferentes públicos?

Tópicos: Que temas serão relevantes para os nossos clientes? E como podemos estender a vida de alguns desses temas?

Calendário: Será que temos iniciativas suficientes que possam ser alinhadas com o conteúdo? Caso contrário, com que frequência precisamos publicar novos conteúdos sobre o nosso negócio?

Medindo o sucesso das ações: O que representa o ROI em conteúdo para a sua empresa? É um download, um telefonema, uma venda?

Seja o curador de seu conteúdo

Um bom conteúdo pode percorrer um longo caminho. É sempre interessante focar em maneiras que possibilitem a ampliação da vida útil do conteúdo publicado. Tomando o conteúdo existente e republicando-o em vários formatos ajudará você a permanecer no jogo com o plano que delineou e os objetivos que definiu - e faz com que seu conteúdo faça o trabalho mais difícil para você. A adaptação dos conteúdos já existentes em diferentes formatos pode liberar grande parte de seu tempo de brainstorming.

Curadoria de conteúdo é especialmente importante de acordo com a forma como os clientes consomem a informação produzida. Fragmentar seu conteúdo em uma variedade de formatos ajudará você a ir mais fundo na sua base de clientes e é uma maneira simples de incorporar personalização em sua estratégia.

É importante lembrar disso porque não só ajuda a trabalhar de forma mais eficiente, mas também a envolver e reengagar nossos clientes.

Alinhe o conteúdo com o seu funil de vendas

Os clientes reagem ao conteúdo de formas diferentes, dependendo de onde eles estão em seu funil de vendas. A entrega de conteúdo relevante quando seus clientes precisam dele, antes mesmo que eles sequer saibam que precisam, sintetiza a personalização.

Enquanto um infográfico fácil de ler pode ser uma boa maneira de atrair clientes potenciais, um white-paper serve para alimentar os clientes existentes, proporcionando-lhes mais informações em profundidade sobre um tema
que seja relevante para eles.

Produtores do conteúdo devem ajudar clientes em seu processo de compra, e não apenas tentar vender para eles.

Alinhar conteúdo útil e relevante com o seu funil de vendas ajuda a obter uma resposta desejada e predeterminada por parte dos clientes, seja um download ou outra ação que você já tenha delineado na sua estratégia.

Mostre seu conteúdo estrategicamente

Não basta mais criar um grande conteúdo e empurrá-lo para o vasto ecosistema das redes sociais, na esperança de que ele atinja seus clientes ou atraia o interesse de novos prospects.

Hoje, os profissionais de marketing de conteúdo precisam concentrar-se na distribuição estratégica do conteúdo que criam. Pense em diferentes públicos, canais ou dispositivos - não basta ter uma única plataforma para envolver seus clientes. A localização estratégica otimiza o seu conteúdo, e pode variar onde, quando e como você a entrega, conduzindo uma experiência de conteúdo personalizado, o que pode resultar num maior engajamento.

Pensar sobre a maneira como o conteúdo será visto no desktop x dispositivos móveis é especialmente importante para a eficácia de uma estratégia. Analize os smartphones: telas menores que possibilitam o consumo do conteúdo de forma rápida, o que os torna mais interessantes na entregar conteúdo, como blogs, infográficos e outros tipos de informação que sejam fáceis de ler.

E por que não usar a criatividade?

Produtores de conteúdo não podem ficar à margem das novas tecnologias (Beacons ou iBeacons como a Apple prefere chamar). Este tipo de inovação pode nos ajudar a criar posicionamento estratégico e personalização para os clientes através de informações geograficamente relevantes.

Medir, medir e medir cada vez mais

Como o foco continua sendo o marketing de conteúdo, não podemos perder de vista a mensuração, o ROI de tudo o que criamos. Apenas 23% dos produtores sentem que são bem sucedidos em rastrear o ROI de seu conteúdo. Entender como nosso conteúdo envolve as pessoas, e quais são as melhores plataformas para a distribuição, é a única maneira capaz de validar todas as ações acima - e saber o suficiente para personalizar tanto o material quanto a entrega.

Dados como cliques e downloads, etc lhe darão uma boa base para a compreensão de onde, quando e como as pessoas estão se envolvendo com o seu conteúdo.

Mas, como mencionado anteriormente, com mais conteúdo sendo consumido em dispositivos móveis um maior número produtores de conteúdo tanbém usarão esta estratégia, certo?, Rastrear os indices de rejeição de nosso conteúdo nesta plataforma será tão importante quanto compilar as métricas padrão.

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo