Google+

Um navegador quase desconhecido mas com 300 milhões de usuários e que pode quebrar o seu site

Uma navegador com 300 milhões de usuários e que podem quebrar o seu site

Quem desenvolve para a web sabe que este não é um trabalho fácil, você precisa testar sua aplicação no maior número possível de browsers para ter certeza de que não terá surpresas desagradáveis.

Mesmo assim não dá para estar 100% seguro de que as tais surpresas não virão. Agora imagine que você fez tudo certinho mas aí descobre que em alguns países em desenvolvimento existe um navegador muito usado e que esse browser não suporta a maioria do código que você usa nas suas páginas.

Pois é, o tal navegador existe e é utilizado por nada mais, nada menos que 300 milhões de pessoas, por enquanto... Talvez você não conheça ninguém que use o OperaMini, mas ele é largamente utilizado em países onde largura de banda costuma ser um problema, e um problema caro.

O OperaMini conta com uma tecnologia de aceleração muito especial que usa uma espécie de roteamento nos servidores da Opera para otimizar os dados antes de carregá-los!?  

Em alguns países da África, onde a renda per capita anual não costuma ultrapassar os $900, ter acesso a alguns megabytes de dados pode ser um luxo que muito, mas muito poucas pessoas podem ter acesso.

Em mercados como esses, cada megabytes conta, e esta é a razão pela qual o navegador da Opera se tornou tão popular, chegando a ser responsável por pelo menos 60% de todo o tráfego de dados de países como o sudão. Mas esses números tendem a subir se analisarmos países como Nigéria (75%) e Ruanda (87%).

Como o navegador simplesmente não suporta a maioria dos recursos de CSS usados hoje eles criaram uma lista das funcionalidades que foram excluídas. A lista mostra as propriedades que estão totalmente sem suporte e também aquelas que são parcialmente suportadas.  

Alguns dos elementos afetados são simplesmente surpreendentes. O navegador não suporta fontes personalizadas usando @font-face, a posição CSS: fixed, validação de formulários, border-radius ou qualquer um dos elementos de vídeo ou de áudio de HTML5.

O futuro? Acredita-se que dentro de poucos anos mais de 2 bilhões de pessoas começarão a usar a internet em países emergentes e é aí que entra o OperaMini com sua tecnologia de otimização de banda.

 

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo