Google+

14 Qualidades de Empresários Excepcionais

14 Qualidades de Empresários Excepcionais

Empreendedores bem sucedidos são como os não-empreendedores bem sucedidos. Eles vêm de todos os tipos de lugares, tem todos os níveis de educação e experiência profissional e culturas...

No entanto, se olharmos mais de perto veremos que em certos aspectos-chave, eles são muito, muito diferentes - mesmo que não sejam oficialmente empresários (ainda!), eles simplesmente tem uma mentalidade empreendedora.

De muitas maneiras, os verdadeiros empreendedores são muito, muito diferentes das demias pessoas. Veja porque:

1. Eles odeiam fazer política.

Empresários não podem ficar fazendo política - e até certo ponto, todas as pessoas fazem política, de uma forma ou de outra. Mas eles não se preocupam com disputas por promoções ou ficam tentando ser "agradáveis" durante as reuniões. O foco principal de um empreendedor está em resolver problemas difíceis e em construir coisas legais.

2. Eles gostam quando os outros ganham.

Pessoas politicamente motivadas odeiam quando outras pessoas ganham elogios ou reconhecimento; elas sentem instintivamente que isso diminui a luz de sua estrela. Já os empresários não são competitivos, pelo menos não desta maneira. Eles querem ser reconhecidos, mas não querem que suas conquistas impeçam os outros de fazer grandes coisas, também. Eles querem que todo mundo faça algo incrível para que também tenham reconhecimento.

3. Eles querem desesperadamente que suas idéias sejam concretizadas.

Eles gostam de viabilizar suas próprias idéias. E também gostam de ajudar os outros a construir as deles. De qualquer forma, empresários querem fazer as coisas acontecerem - novidades empolgantes, loucas, coisas inovadoras, seja o que for.

O mesmo vale para empregados com uma mentalidade empreendedora. Grandes pessoas são atraídas para trabalhar no Google, porque sabem que suas grandes idéias serão insentivadas. Empresários não querem apenas melhorar o que existe; eles querem criar o que não existe - ainda.

4. Eles são meta-pensadores.

Empreededores gastam muito tempo pensando sobre o que pensar. Eles gostam de pensar sobre a melhor maneira de pensar em um objetivo, desafio ou problema. Eles gostam de pensar sobre a forma de pensar de forma diferente para desenvolver uma perspectiva ou abordagem diferentes. Empreendedores gostam de pensar sobre o pensar, porque quando eles encontram novas maneiras de pensar, eles encontram novas maneiras de atuar.

5. Eles preferem fazer ou melhorar as regras.

Meta-pensadores instintivamente avaliam todas as regras - e procuram maneiras para melhorá-las. Eles preferem descobrir as coisas. Eles vêem as regras como problemas a resolver ou desafios a serem superados.

6. Eles acreditam que nada é sagrado.

Empresários não dizem: "Isto é assim e pronto, não pode ser mudado". Empresários nunca acham que algo é definitivo. Perspectivas podem ser alteradas. Leis da física podem ser quebradas. A sabedoria convencional pode não ser a sabedoria absoluta.

Mesmo quando algo enorme está em seu caminho, os empresários sabem que há uma maneira de contornar isso - eles só precisam descobrir como. Acreditam que mudar paradigmas faz com que novas possibilidade surjam o tempo todo.


 

6. Eles adoram resolver problemas.

Empresários procuram constantemente problemas para resolver: podem ser pequenos, podem ser grandes, podem ser questões técnicas, ou de negócios, ou ainda relacionados a equipe. Ponha um empreendedor numa situação estática/controlada e ele vai criar "problemas" que podem e devem  ser resolvidos.

7. Eles são ótimos em auto-crítica.

Estão constantemente a avaliar o que fazem e, em seguida, trabalham duro para ser ainda melhor amanhã do que foram hoje. Empreededores são honestos e muitas vezes duros consigo mesmo.

8. Eles abraçam o feedback não-técnico.

Empreendedores facilitam a interação com outras pessoas. Eles definitivamente não erguem barreiras para obter feedback - especialmente o feedback crítico, que será apenas mais um problema para ser resolvido. E isso os torna melhores a cada dia porque minimizam seu próprio ego em prol da melhoria continua.

Isso porque os empreendedores não vêem a critica como uma ameaça - um feedback é sempre esclarecedor. Além disso, eles, como os funcionários empreendedores, sabem que precisam de muito mais feedback sobre habilidades interpessoais e crescimento pessoal do que sobre suas habilidades técnicas.

Por quê? As questões técnicas são óbvias. Porque eles se submetem constantemente a sua própria auto-avaliação, e sabem de suas limitações técnicas melhor do que ninguém. Se você perceber o que precisa ser melhorado e lhes comunica, você se torna o herói deles, porque agora eles podem resolver um problema que eles nem ao menos sabiam que tinham.

9. Eles criam ativamente seus eus futuros.

Em geral, os empresários percebem que são muitas vezes o seu pior inimigo. Eles não se vêem como sendo controlados por forças externas; eles acham que a barreira entre o que são e o que querem ser, quase sempre está dentro eles memos.

Então, estão constantemente pensando em como podem ser melhores amanhã do que hoje - mesmo que as pessoas ao seu redor digam-lhes para dimiuir um pouco o ritimo.

10. Eles adoram processos simples.

Ao olhar as fotos de Albert Einstein você poderia pensar: "O cara nunca mudou de roupa?" -  a verdade é que ele tinha um monte de roupas idênticas. Ele simplemente não queria usar sua inteligência pensando sobre que vestir no dia seguinte.

Empresários têm uma tendência semelhante para sistematizar, afinal para que perder tempo pensando sobre coisas pouco desafiadoras. Então, eles tendem a ter um cardápio simples e repetitivo, usam roupas semelhantes, - lembra do Zukerberg, com aquela camiseta!? - e criam rotinas padronizadas. Se organizam para que não desperdissem tempo e inteligência com coisas que realmente não importam.

Mas não confunda a criação de rotinas sistemáticas com ser compulsivo. Empreededores vão mudar sua rotina no momento em que perceberem uma falha ou uma oportunidade de fazer uma melhoria.

11. Eles são ótimos em auto-recompensa.

Empresários quase sempre se debrussam sobre coisas não muito agradáveis, antes de se entregarem ao que realmente querem fazer. Eles usam o que querem fazer como uma recompensa. E isso significa que quanto mais fazem o que lhes dá prazer, maior são suas realizações. Mas isso não significa que eles são ótimos em comemorar o sucesso.

Porque estão constantemente tentando melhorar, uma "grande vitória" nunca não é grande o suficiente - é simplesmente o resultado de todas as coisas que fizeram para torná-la realidade. 

12. Eles acreditam que estão no controle total ...

Muitas pessoas acreeditam que o sucesso ou o fracasso tem muito a ver com a sorte: Se tiverem sucesso, foi sorte; se não, é porque as chances não estavam a seu favor. Já os empreendedores sentem que têm total controle sobre o seu sucesso ou fracasso. Se tiverem sucesso, a culpa é deles. Se falham, a culpa é deles.

13 .... Dessa forma, seus egos não sofrem quando eles falham.

Empresários não veem o fracasso como um golpe no próprio ego. A falha pode ser corrigida. A próxima auto-avaliação vai descobrir isso. O fracasso é apenas mais um problema para ser resolvido...

14. Sempre há uma intenção.

Como Jason Bourne, empresários não fazem nada de forma "aleatória". Eles sempre têm uma razão por trás do que fazem, porque estão constantemente pensando em por que eles fazem o que fazem. Eles não têm medo. Eles não estão emocionalmente ligados a idéias ou maneiras pré-estabelecidas de se fazer as coisas. Eles só querem ser melhores para tornar o mundo melhor.

E o melhor de tudo, eles sabem que podem - e vão. 

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo