Google+

Como encontrar meu celular no Google

Como encontrar meu celular no Google

Desde a versão 2.2 do Android existe um recurso que permite aos usuários encontrar seu smartphone, apagar dados e até mesmo bloqueá-lo de forma remota.

Se você for até a busca do Google e digitar 'find my phone' verá quase que instantaneamente um mapa mostrando a localização do aparelho com uma precisão de poucos metros e poderá ainda faze-lo tocar no volume máximo, mesmo sem ter um chip instalado.

Mas existem alguns requisitos que precisam ser seguidos para que o sistema funcione:

1- É necessário estar logado no navegador com a mesma conta Google utilizada no smartphone;

2- O Google deve estar em inglês;

Este recurso funciona fora dos Estados Unidos, para isso basta clicar aqui para acessar. 

Espera-se que seja uma questão de tempo para que o sistema deles entenda uma busca feita em idiomas locais, como: 'encontre meu celular' ou mesmo 'encontre meu Galaxy'. Aliás, seria uma ótima ideia para os usuários do Windows Phone, se o Bing também disponibilizasse um recurso parecido, já que o sistema operacional da Microsoft tem o recusro 'Localizar meu telefone' há anos.

No teste que fizemos o gerenciador de dispositivos conseguiu localizar o smartphone com uma precisão de apenas 8 metros, e ainda conseguimos fazer com que o aparelho tocasse no volume máximo. 

Clicando no mapa apresentado você será direcionado para o android.com/devicemanager, onde você conseguirá fazer o bloqueio do aparelho, além de fazer a alteração de senha, colocar uma mensagem de bloqueio na tela e ainda mostrar um botão LIGAR para que a pessoa que estiver de posse do celular possa fazer uma ligação para um número informado por você.

Mas para que estas opções funcionem você precisa:

Ir até o app Config.Google, no celular, escolher a opção 'Segurança' e ativar as opções de 'Localizar remotamente o dispositivo' e 'Permitir bloqueio e limpeza remotos'.

É claro que nem precisamos dizer que para que tudo isso funcione, o aparelho precisa estar conectado a uma rede WiFi, caso contrário os comandos enviados através do Google somente serão executados quando o smartphone estiver online novamente. 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo