Google+

Google+, a grande promessa da Google

GooglePlus, a rede social da Google

Em pesquisa feita pela ComScore, instituto de pesquisa voltado para a internet, o Brasil é apresentado como o terceiro país onde o Google+ é mais acessado. Esses dados são do mês de novembro de 2011, mais de 3,4 milhões de internautas únicos logaram na rede social.

Já o país que mais acessou foi os EUA, com 14,7 mi, em seguida vem Índia, com 4,3 mi. Na terceira posição aparece o Brasil, temos Alemanha e França, ambas com números próximos aos nossos (3,4 mi). Completando os “dez mais” temos Japão (2,6), Reino Unido (2,6), Canadá (2,6), Turquia (1,8) e Espanha (1,6).

O estudo, só não contabilizou os acessos provenientes de dispositivos móveis, mas comparou os números do Google+ com o de outras redes sociais.

Enquanto o novo projeto do Google teve acesso de 66,7 milhões de pessoas em novembro, o Facebook, primeiro colocado, teve 792,9 milhões. Com uma grande diferença temos o segundo colocado, o Twitter, que foi visitado 167,9 milhões de vezes, seguido pelo LinkedIn, que contabilizou 94,8 mi de acessos.

Após o Google+, quarto colocado, temos o MySpace, que caiu de posição, tendo “apenas” 61 milhões de visitantes únicos. Lançado em junho de 2011, o Google+ é uma nova rede social que tem atraído a atenção dos profissionais de web.

Em pouco mais de seis meses, a plataforma acumulou mais de 90 milhões de usuários, o que representa um sério desafio para a base do LinkedIn que tem 135 milhões de usuários cadastrados.

Apesar deste crescimento impressionante, a penetração do Google+ ainda não se compara com a do Facebook, que tem mais de 800 milhões usuários.

Desde o seu lançamento, Google+ foi aberto para que seus usuários pudessem compartilhar suas histórias com seus círculos, promover debates, publicar fotos, e participar de chamadas de vídeo conferência (Hangouts).

No entanto, a rede social ainda não gera muitas oportunidades de negócios às empresas, e muitos profissionais de marketing digital se perguntam como realmente se beneficiar da nova rede social do Google.

No dia em que o Google anunciou o lançamento de páginas de negócios no Google+, centenas de meios de comunicação divulgaram a notícia, e isso acabou chamando a atenção para a sua importância.

Enquanto muitos sites especializados e blogueiros viram como uma grande melhoria para Google+, alguns decidiram tomar uma posição mais cautelosa, preferindo ver isso mais como um jogo de rivalidade com o Facebook. A PCWorld, por exemplo, atacou com uma história sobre como, nas palavras de Mark Zuckerberg, o Google, "Está tentando construir a sua própria versão do Facebook”.

Há muito tempo que o Google procura entrar no mercado das redes sociais, anteriormente tentou fazer com o Google Buzz (que aliás já foi fechado).

O Google+ é a principal arma do gigante das buscas, mas será que vai ter força para alcançar o seu objetivo? Será que o Google+, com seu conjunto de recursos melhorados, vai conseguir bater o Facebook? Estas ainda são perguntas sem respostas.

 

Escolha ideal para quem está começando um novo negócio.

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo