Google+

Como criar uma marca digital

Como desenvolver e gerenciar sua marca digital

A vida está se tornando muito mais complexa a cada dia que passa. No passado tínhamos apenas uma marca para criar e manter. A "marca física", que é limitada pelo tempo e pelo espaço.

Sua manutenção é constante, é algo que todos nós fazemos e é verdade que alguns são melhores nisso que outros. Você se levanta de manhã e executa atividades que podem incluir um banho rápido, o café da manhã, terminando com o 'ritual' de vestir-se para ir ao trabalho. Uma olhada no espelho e pronto, (claro que é não exatamente assim tão rápido, no caso das meninas,...=D) você está pronto para o mundo.

Hoje temos a marca digital on-line para manter, nutrir e 'polir', para então, apresentar ao mundo, e isso não se restringe a uma localização geográfica, mas pode ser de uma amplitude enorme além de ter o poder de comunicar-se continuamente para muito além do espaço-tempo.

Esta é sua "marca digital" virtual. O que podemos chamar de visibilidade digital.

O desafio hoje é tornar-se visível em um intrincado mundo online, com torrentes de informações e concorrência global na web, e tanto faz se você é uma marca pessoal ou empresarial, a concorrência por visibilidade é enorme sempre.

Ter uma personalidade 'cibernética', multi-canal, agora está se tornando obrigatório. Uma marca ou uma personalidade digital precisa ser espalhada em sites, blogs, Facebook, Twitter e YouTube, e isso é apenas o começo.

A mensagem de marca precisa ser consistente e constante em uma grande variedade de mídias. Canais visuais estão sendo adicionados à esta mistura, como o Instagram, Pintrest e Fancy.

Isso requer uma gestão persistente e vigilante, tal como verificar o nosso e-mail de fazer login na nossa página do Facebook além das intermináveis e sistemáticas atualizações no Twitter. Um blogueiro precisa verificar quais assuntos outros blogs estão abordando, em seguida, analisar e aprovar os comentários em seus próprios blogs.

Outros estarão verificando quantos hits houveram durante a noite em seu canal do YouTube. Fãs e usuários do LinkedIn vão querer saber quais as ligação mais interessantes estão em sua caixa de entrada. Se você está no Slideshare, você vai estar verificando quantas pessoas baixaram ou viram suas apresentações.

As mídias sociais tem empurrado nossas vidas ainda mais para a esfera digital como podemos verificar nas ações de nossos amigos através de iPads e iPhones e isso acontece muitas vezes, antes mesmo de sairmos da cama.

Uma personalidade pública e digital precisa de otimização constante para garantir que ela não foi "sequestrada" por spammers, scammers ou trolls. É um exercício de constante vigilância e gestão.

Como costumamos dizer "é complicado".


 

A ascensão dos Ativos Digitais

Em uma 'economia' digital como esta em que estamos vivendo, não se pode achar que para uma marca ou um profissional de ponta, ter um site, ou apenas um blog publicado é o suficiente. Se você não é encontrado pelos motores de busca, então você pode muito bem ser invisível.

Em alguns setores até 90% de todas as decisões de compra começam com uma pesquisa online. Hoje em dia até mesmo o Papa é uma tag classificada no Google.

Então, quais são os ativos digitais que você precisa criar, comercializar e gerir?

- Sites (incluindo blogs e lojas de e-Commerce)
- Presença ativa em mídias sociais
- Conteúdos de Multi-mídia
- Ações Mobile, incluindo aplicativos e sites móveis
- Bases de dados digitais, incluindo assinantes de sua lista de e-mail

O valor de construir e continuar a investir nesses ativos não pode ser subestimado. Em breve as lojas on-line terão mais tráfego do que as lojas físicas tem hoje.

Marketing Digital

Uma vez criada, o próximo desafio é mudar a sua marca on-line de " invisível para visível ", para que os prospects e clientes possam encontrá-la, ler e ver o seu conteúdo e, em seguida, comprar seus produtos e serviços. A criação de ativos digitais não deve ser "iniciada e esquecida", como acontecia em um passado não muito distante.

Campanhas de sucesso exigem estratégias e táticas de marketing digital que devem ser multi-canal. Estas estratégias incluem:

- Search Engine Optimization (SEO)
- Publicidade digital paga (o que inclui banners e Google Adwords)
- Marketing de mídia social
- E-mail Marketing

Uma boa estratégia de marketing não pode mais confiar em apenas um canal, ou mesmo míseros dois canais, porque seu público-alvo está, em grande parte disperso em várias 'plataformas digitais'.


 

Gerenciamento e Monitoramento da Marca Digital

Marketing multi-canal requer as ferramentas, know-how e plataformas para que se possa medir o sucesso ou o fracasso das campanhas.

Um gerente de marketing de uma marca deve analisar e querer saber o que está sendo dito sobre sua "Marca" para se proteger de desastres de relações públicas que podem destruir uma reputação em horas ou mesmo minutos, afinal de contas estamos na era da comunicação em tempo real e isso significa a possibilidade de uma potencial catástrofe na velocidade de um tweet.

Gestores de redes sociais precisam manter e monitorar "Trend Topics" em plataformas como o Twitter e também outras redes para ver o que está acontecendo no mundo online.

Essa monitoração pode ser em feita em "casa mesmo" ou por empresas terceirizadas, especialistas em monitoração de redes sociais. Agências de publicidade precisam saber quais são as taxas de cliques em campanhas de banners patrocinados.

Muitas ferramentas e competências são necessárias para gerenciar o processo de proteção e manutenção de marca no mundo virtual, e este é um processo contínuo e ininterrupto.

E você? Já descobriu a importância da criação de ativos digitais? Quão importante eles são para o seu negócio e marca neste momento?

Você utiliza estratégias de marketing simples ou multi-canal? Quais os canais que mais funcionam para sua marca? Conte suas histórias para nós.

 

Escolha ideal para quem está começando um novo negócio.

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo