Google+

#hashtags - Será que elas realmente ajudam? - Mais

 

Usuários médios são sufocados pela avalanche de mensagens que teriam que driblar para serem encontrados.

Não são apenas grandes eventos que têm este problema. Se você tweeta focando em tópicos significantes como #china, #comida ou #arte, ou os trends topics, você está calculando que haverá uma grande quantidade de pessoas procurando por eles, mas são tantos usuários que o seu tweet seria esmagado.

É um conjunto restrito de circunstâncias. Quando o objetivo é aumentar o seu público, a eficácia da hashtag depende inteiramente de como muitas pessoas estão procurando por isso, e este é um dado ao qual não temos acesso.

Além disso, algumas pesquisas, como #socialmedia, não exibem os resultados com os tweets que mencionam "mídia social" sem a hashtag.

Isto significa que os milhões de usuários do Tweeter que inserem tais hashtags para aumentar seu alcance estão
todos errados? Bem... sim. Nós certamente temos um histórico de mitos em tecnologia, e esse pode ser mais um deles. É como acreditar que agitando uma foto Polaroid ela irá 'revelar' mais rápido.

Nós sabemos que foi dito em algum momento que hashtags ajudam a conectá-lo a mais pessoas, e que isso tem sido amplamente aceito como fato.

Em alguns casos, elas podem na verdade ser úteis. São ótimas para atrair pequenos grupos de pessoas, em um evento, não há melhor maneira de se conectar com os outros participantes e acessar conteúdos relacionados a este evento.

Quando mantidos em uma pequena escala, podem habilmente executar seu serviço como um filtro de tweets relevantes.

Eu já ouvi antes: Qual é o mal? Por que não tentar mandar uma hashtag a 'cada pouco'? Pode até ajudar. 
De um certo ponto de vista, usar uma hashtag não faz mal, assim como uma tatuagem com erros ortográficos não faz mal para o seu ombro...

Há quem ache que as hashtags são esteticamente prejudiciais e que um tweet livre de hashtags é mais agradável
aos olhos, mais facilmente consumido e, portanto, mais propenso a ser retweetado (que é uma forma comprovada de crescimento de sua audiência), para cada pessoa que se depara com seu tweet via hashtag, é provável que você perca muitos mais que não são adeptos das hashtags justamente pelo seu uso excessivo.

Em minha opinião não precisamos banir a hashtag, mas vamos começar a usar de maneira mais objetiva e sensata.

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo