Google+

#hashtags - Será que elas realmente ajudam?

Como criar uma Hashtag#-Zoop Creative Job 

Um editor de mídia social do New York Times, diz que elas não atraem tanto público assim e "são esteticamente prejudiciais." Você concorda? As hashtags são mal vistas por alguns especialistas em redes sociais, veja aqui alguns motivos disso acontecer. Muitas pessoas usam mas na verdade quase ninguém visita hashtags para saber o que realmente está acontecendo lá.

Presumivelmente, a maioria dos usuários do Twitter usam hashtags porque pretendem adicionar o seu tweet a uma corrente de informações similares e expor seus próprios pensamentos para um público mais amplo e interessado.

O próprio Twitter comercializa a hashtag para esses fins. Mas será que isso realmente ajuda? É improvável, especialmente para as hashtags mais populares. Há muitas exceções, mas as hashtags para grande maioria das pessoas são particularmente ineficientes.

De acordo com o Twitter, a hashtag #SuperBowl, foi twitada 3 milhões de vezes ao longo de cerca de cinco horas na final do Super Bowl do ano passado.

Embora houvesse picos e grandes quedas, 3 milhões de tweets em mais de cinco horas significam uma média de 167 tweets por segundo.

Dizer que alguém teria que procurar por "#SuperBowl" na fração de segundos o que você enviou, na verdade seria um pouco ilusório, assumindo que essa pessoa somente verá o seu tweet se for entre os 10 tweets mais recentes, os usuários teriam uma janela de 1/17 de segundo para encontrá-lo.

Talvez isso fosse bom se a cada 17 segundos as pessoas estivessem realizando uma busca por #SuperBowl - então você talvez tivesse um leitor a mais! - Mas não há evidências de que as pessoas estão realmente usando a ferramenta de busca do Twitter dessa maneira em qualquer lugar e com essa freqüência. Na maioria das pesquisas, a quantidade de tweets é esmagadora e a qualidade é muito baixa.

Vale a pena questionar quantos usuários encontram em suas pesquisas uma hashtag útil, é difícil saber, já que o Twitter não fornece esses dados.

Para agravar o problema a forma como os tweets são exibidos quando você realiza uma pesquisa por hashtag. A visualização padrão irá mostrar-lhe os "top" tweets, que são baseados em uma fórmula que favorece tweets e usuários que já ganharam uma sequência.

Isto é uma maneira inteligente do Tweeter para entregar mais tweets relevantes, mas  também diminui a probabilidade de que o usuário médio encontre um novo público.


 

Usuários médios são sufocados pela avalanche de mensagens que teriam que driblar para serem encontrados.

Não são apenas grandes eventos que têm este problema. Se você tweeta focando em tópicos significantes como #china, #comida ou #arte, ou os trends topics, você está calculando que haverá uma grande quantidade de pessoas procurando por eles, mas são tantos usuários que o seu tweet seria esmagado.

É um conjunto restrito de circunstâncias. Quando o objetivo é aumentar o seu público, a eficácia da hashtag depende inteiramente de como muitas pessoas estão procurando por isso, e este é um dado ao qual não temos acesso.

Além disso, algumas pesquisas, como #socialmedia, não exibem os resultados com os tweets que mencionam "mídia social" sem a hashtag.

Isto significa que os milhões de usuários do Tweeter que inserem tais hashtags para aumentar seu alcance estão
todos errados? Bem... sim. Nós certamente temos um histórico de mitos em tecnologia, e esse pode ser mais um deles. É como acreditar que agitando uma foto Polaroid ela irá 'revelar' mais rápido.

Nós sabemos que foi dito em algum momento que hashtags ajudam a conectá-lo a mais pessoas, e que isso tem sido amplamente aceito como fato.

Em alguns casos, elas podem na verdade ser úteis. São ótimas para atrair pequenos grupos de pessoas, em um evento, não há melhor maneira de se conectar com os outros participantes e acessar conteúdos relacionados a este evento.

Quando mantidos em uma pequena escala, podem habilmente executar seu serviço como um filtro de tweets relevantes.

Eu já ouvi antes: Qual é o mal? Por que não tentar mandar uma hashtag a 'cada pouco'? Pode até ajudar. 
De um certo ponto de vista, usar uma hashtag não faz mal, assim como uma tatuagem com erros ortográficos não faz mal para o seu ombro...

Há quem ache que as hashtags são esteticamente prejudiciais e que um tweet livre de hashtags é mais agradável
aos olhos, mais facilmente consumido e, portanto, mais propenso a ser retweetado (que é uma forma comprovada de crescimento de sua audiência), para cada pessoa que se depara com seu tweet via hashtag, é provável que você perca muitos mais que não são adeptos das hashtags justamente pelo seu uso excessivo.

Em minha opinião não precisamos banir a hashtag, mas vamos começar a usar de maneira mais objetiva e sensata.

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo